.: Vizinhança do Chaves :. DEFINITIVAMENTE CHESPIRITO. Chaves e Chapolin

O portal sobre Chespirito mais atualizado do Brasil

Em cinco anos, cumprimos nossa missão: chegou a hora de fazermos um importante esclarecimento

vdc_contornomesmacor

No último dia 03 de dezembro, ou seja, ontem, o blog Vizinhança do Chaves completou cinco anos de existência.

Para além da data comemorativa, a administração deste blog decidiu que o melhor a ser feito é usar esta importante data como representativa do fim de um ciclo.

Relendo postagens antigas para escrever esta “despedida”, me deparei com o que disse na comemoração do primeiro ano do Vizinhança do Chaves, em 2012:

Em pouco tempo, deixamos claro nosso objetivo e o motivo do sucesso do Vizinhança do Chaves: mostrar que o visual é importante, mas que o que realmente importa é o conteúdo de uma página na internet. E que os detalhes também fazem a diferença. Demos certo por resgatar um pouco a “época de ouro” dos sites CH, com textos analíticos, críticos, notícias, sem deixar de lado conteúdos disponíveis em todos os sites CH (guia de episódios, vídeos…). E tudo isso sem deixar de lado também os “conteúdos rápidos”, como tirinhas e os episódios CH que são exibidos na TV.

Daí em diante, se passaram mais quatro anos. Nossa “skin” continuou a mesma. Nossos ideais também. Contudo, os tempos mudaram. O “meio CH” mudou. Em setembro de 2016, numa postagem que praticamente passou despercebida no Fórum Chaves, revelei que estas questões já se passavam em sua cabeça há um tempo:

O que acham do futuro do blog? Há um tempo esta questão está me vindo à cabeça. Eu não vou desativá-lo não, mas parece que cada vez mais os blogs e sites CH tendem a ficar parados no tempo, ainda que em atualização. Não é o Vizinhança, é o meio CH em sua forma de site. Após tanta resistência, estou me convencendo que esta forma tende a ficar no tempo. Espero estar enganado”.

Nossas postagens regulares, como as relacionadas a audiências CH, lembranças de datas importantes (como datas comemorativas de estreias de episódios de “Chapolin” no SBT), listagem de episódios que são exibidos na TV e atualizações nas seções “CH na mídia” e “Veja essa!” continuam fortemente presentes e constantemente atualizadas por nossa experiente equipe. Porém, infelizmente, saber qual episódio de “Chaves” foi exibido na última segunda-feira, por exemplo, passa a ser uma informação cada vez menos relevante para os fãs da série. Estes ainda podem encontrá-la nos fóruns CH, outro meio que – com nova ênfase no “infelizmente” -, também está com baixo movimento. Os tempos mudaram e a própria forma “fórum” – não um em específico – perde cada vez mais força, apesar de todos os ganhos que ela representa como uma área privilegiada de discussões e interações entre diferentes pessoas.

Desta forma, as novas informações sobre CH encontram cada vez menos procura, ao mesmo tempo em que são cada vez mais escassas. Muitos atores do elenco já nos deixaram. Não há mais “episódios perdidos” ou “inéditos” chamando a atenção por estrearem no SBT. A TV a cabo não exibe mais as séries. Também não estão mais no Netflix. Com as mudanças tecnológicas e a cada vez maior expansão dos sinais de emissoras de televisão em alta definição, a própria série “Chaves” pode se tornar obsoleta, jamais por seu conteúdo, mas por suas imagens dos anos 70 em SD e gravadas em 4:3. Tudo isso faz com que os seriados fiquem cada vez menos na mídia e menos notícias apareçam. Com isto, quero me referir a novidades. Frases, citações, vídeos de episódios, referências continuarão aparecendo demasiadamente durante décadas em redes sociais, na televisão e no imaginário popular, o que é ótimo. O que teremos cada vez menos são novidades e descobertas em relação às séries. Foi exatamente isso que movimentou nosso meio CH do final dos anos 90 pra cá, e que agora está estagnado. Não há uma crise em relação à popularidade das séries de Chespirito, mas há em relação a coisas novas que possam surgir sobre elas. São essas coisas – e não o que já é sabido e continuará sendo reproduzido – que, inegavelmente, movimentam fóruns e sites CH. Sem elas, eles minguam.

Ou seja, há uma falta de novidades e um baixo interesse que muitos têm em discutir o que aparece. As próprias formatações que sustentaram o “meio CH” sofrem abalos. Os fóruns CH perdem força, e espero que possam se reinventar e continuar existindo, inclusive porque agregam diversos tipos de conteúdo. Já os sites e blogs CH, segmentados, perdem sentido. Com tudo isso, somado a outros compromissos de seus administradores, o Vizinhança do Chaves acabou perdendo também agilidade. O clima de baixa no “meio CH” gerou uma dificuldade maior em inovação. Continuamos realizando projetos, mas não lançamos novos.  Fui perdendo aquela criatividade em relação ao Vizinhança do Chaves, que antes norteou ideias como “O maior chavesmaníaco da internet”, “Perfil do Chavesmaníaco”, “Ranking CH”, uma série de matérias sobre a história dos fóruns, “Baú Chespirito” e tantas outras.

Devido a isto, Victor e Rogério, os administradores do Vizinhança do Chaves, acordaram que, após a data simbólica de comemoração de aniversário de cinco anos, nosso blog será “descontinuado”. É melhor pararmos com ele diante de toda a situação verificada do que deixar o Vizinhança ir andando até ser atropelado. Desde o início, levantamos a bandeira da importância da informação e análise no “meio CH”, e defendemos nos “anos 2010” o próprio formato de “blog/site CH”, que viveu seu auge nos idos de 2004 (até homenageamos alguns sites da época em matérias especiais e resgatamos coisas no “Arquivo CH”). Quando começamos, esta forma já não estava tão em alta, e penso que cumprimos nossa missão sendo o último site CH a ser atualizado diariamente, durante cinco anos.

Evidentemente, toda nossa história não será apagada. Todos os posts e nosso arquivo serão mantidos no ar. Sejam as colunas, os especiais, os rankings, as postagens de antigos membros da equipe… Temos um bom acervo, sejam os posts destacados no menu, sejam os feitos diariamente. Tudo isto ficará – se o WordPress assim permitir -, e acredito que irá, para sempre no ar. Obtivemos reconhecimento ganhando seis vezes as premiações “Copa FUCH de Sites CH”, “Prêmio Ramón Valdés” e “Copa do Mundo de Sites CH”. Ficamos bem colocados nas pesquisas do Google. Participamos de uma matéria do site da Saraiva em 2014. Mais recentemente (em julho de 2016), batemos a somatória de um milhão de visualizações! Tudo que fizemos foi reconhecido e ficará para sempre em nossa memória. Juntos, vencemos a “calamidade” que aparentemente iria bloquear novas postagens e qualquer ação da equipe no blog (lembram disto?). Juntos, fomos crescendo e nos tornamos o blog/site mais lido e elogiado do “meio CH”. O blog foi, de fato, “Definitivamente Chespirito”. Desta forma, uma descontinuidade do blog devido aos fatores anteriormente explicitados não faria sentido se retirássemos do ar nosso conteúdo feito até aqui.

Gostaríamos de deixar um agradecimento especial não somente à nossa equipe atual (que, reafirmo, fez sua parte com maestria e manteve o blog constantemente atualizado), mas a todos que passaram por aqui. Todos, sem exceções. Formamos uma verdadeira vizinhança. Além de nossos leitores, de nossos parceiros, dos fóruns CH, das pessoas que apoiaram e ajudaram o blog de alguma forma, veja só quantos estiveram conosco em nossa equipe durante estes cinco anos: Victor235 (fundador), Billy Drescher (administrador), Alan (Alan1509), “Furtado” (seufurtado), Gustavo (mundoch), Rodrigo (rodrigo370), Leonardo Villagrán (leonardodg1002), Arkantos, Carlo Oriali (31horasmexico), Daniel (professorgirafales), Joel Júnior (joeljunior15), Gabriel (chavessbt), Chambón (Gerúndio), Joel Filho (JF CHmaníaco), Dhiego Gomes (dhiegogomes), Gordo (vdcgordo), Kevin (chapolin), Guilherme Aldeia (Guilherme Souza), Ronaldo Lião (ronaldo068), Vinicius (viniciusblog2013), Mão de Tinta (maodetinta10), Riddle (Riddle Snowcraft), Cleberson, Emerson (emersongomes73), Luis Enrique (luisenriquemartirene), Bruno (Bruce Dubber), Thomas Lana (thomaslana), Flávio, Will CH, Monchito (elmonchito), Marcos Alexandre (marcosalexandre15), Enzo (Enzodel8), Alexandre Vasconcelos, Daniel Brito, viniciusch, Antonio Gabriel, Gabriel Joaquim (bieljoaquim07), Lucas Pettine (pettine1234) e Lucas_CH (Lucas Souza).

Confesso que escrever esta postagem e refletir sobre isto foi um momento triste, mas diante de tudo que foi dito, os dois administradores do Vizinhança notaram que ambos têm o mesmo sentimento, e acordaram em tomar esta decisão. Apesar disto, esperamos que o “meio CH“, apesar de todos os percalços, se fortaleça. Já caminhamos rumo a uma maior união, e este é mesmo o caminho.

O blog Vizinhança do Chaves continuará sendo atualizado até o dia 20 de dezembro. Até lá, poderão ser feitas postagens regulares e todos da equipe terão espaço para fazer um post de despedida, se assim desejarem. Ex-integrantes da equipe também poderão enviar textos de despedida (e/ou analisando toda esta situação) para serem publicados.

Muito obrigado a todos, inclusive pela compreensão,

VICTOR
Fundador e administrador do Vizinhança do Chaves

Anúncios

1 comentário

    Trackbacks

    1. Antonio Felipe comenta sobre o fim do VdC e o atual “meio CH”: “Força para nós que seguiremos. Um dia nossa hora chegará. O tempo é implacável.” | .: Vizinhança do Chaves :. DEFINITIVAMENTE CHESPIRITO. Chaves e Chapolin

    Deixe uma resposta

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s

    %d blogueiros gostam disto: