.: Vizinhança do Chaves :. DEFINITIVAMENTE CHESPIRITO. Chaves e Chapolin

O portal sobre Chespirito mais atualizado do Brasil

Riddle Vemos, Colunas Não Sabemos #04 – O Primeiro Impacto CH

Coé teleleitores do blog, sou o colunista Riddle. Leitores mais antigos me conhecem e os mais novos devem estar se perguntando quem sou eu, afinal, eu demoro muito pra escrever. E falo mesmo. Acontece, fazer o que? Avisando que podem haver nomes incorretamente acentuados, mas que eu não tou nem aí, esse negócio de botar acento em nome é feio pra caramba, tinha que ser coisa de lingua espanhola mesmo.

Há pouco tempo fiz uma pequena contagem dos principais eventos que ocorreram nas séries de Chespirito após a sua “criação” (ou melhor, após terem ganhado o direito de fazer um programa próprio na emissora). Gosto de chama-los de “Impactos“, e esses são os cinco:

Primeiro Impacto – Fim do quadro Supergenios da Mesa Quadrada (1970)
Segundo Impacto – Chaves e Chapolin como programas independentes (1973)
Terceiro Impacto – Fim de Chapolin e estréia de La Chicharra (1979)
Quarto Impacto – Volta do Programa Chespirito (1980)
Quinto Impacto – O Fim de CH gravado (1995)

Todos sabem o que causou a maioria dos impactos. O sucesso dos quatro principais quadros do Primeiro Programa Chespirito (1970-1972) foi tão grande que dividiram o programa em dois pra passarem independentemente em dias diferentes, o que os fazia lucrar mais (formando a fórmula de “Chompiras\Chaves” e “Chapatin\Chapolin” que ficou comum até meados de 1975 – notem que unindo dois programas de duas sketches, da pra formar um Programa Chespirito de 40 minutos, se cortar o encerramento de um e abertura do outro), formando o Segundo Impacto.

Quase uma década depois disso, a falta de Ramón Valdés e Carlos Villagran (que não fizeram tanta falta assim, vide que as séries continuaram por mais 17 temporadas se excluirmos 81) de certa forma obrigou Chespirito a dar um descanso pro Chapolin em 1979, formando o Terceiro Impacto, porém a falta de sucesso de La Chicharra acabou por quase imediatamente causar o Quarto Impacto logo em seguida, com o retorno do Programa Chespirito em 1980.

Longos 17 anos depois, ano 1995, ocorre o Quinto Impacto, e possivelmente o mais forte das séries – As gravações param de vez. Chespirito já havia abandonado Chaves e Chapolin há 2 anos, e quadros como Dr. Chapatin e Chaparrón estavam com cada vez menos força. Com a abertura dos programas conterem o Chompiras e o fato dos programas terem tido a duração diminuída pra meia hora, é seguro afirmar que logo a série mudaria de novo pra virar uma 100% do Chompiras. Mas antes que isso acontecesse, a Televisa virou e falou “não quero mais”, e esse foi o fim de CH gravado.

Estes são os fatos conhecidos, os “finais” e “começos” que você via naquele site programado em java em 2003. Mas o Primeiro Impacto, com suas causas tão desconhecidas pelo público, há tempos foi revelado no livro “Sin Querer Queriendo – Memorias“, de Chespirito, e essa informação parece ter sido ignorada por muitos sites até agora. Então, para não quebrar o costume de que livros CH são inúteis e que tem tudo na internet, estarei divulgando aqui no VdC uma coisa que geralmente só sabia quem lia o livro.

Em 70, o Supergenios estava fazendo um sucesso tremendo, era uma paródia dos programas de mesa redonda da época.  Até que um dia Chespirito chamou ali numa salinha a Maria Antonieta, Ruben Aguirre e Ramon Valdés e mandou a real: “O quadro dos Supergenios vai acabar”. O programa não ia acabar, apenas a seção do elenco na mesa ia ser extinta, mas era a seção mais popular da época, e isso causou indignação dos atores. Mas Chespirito tinha um motivo por trás daquilo: O programa não era ao vivo. Quando os supergenios eram só um quadro do Sabados De La Fortuna, o fato do programa ser ao vivo acomodava muito melhor o formato de fazer humor com notícias (era basicamente o CQC mexicano), acomodação que acabou com o ganho de um programa próprio dos Supergenios.

Mas se esse era o problema, por que que ele não acabou com o quadro logo após ganhar o espaço próprio? Simples, o motivo não era aquele. Os programas ficavam arquivados por mais ou menos 2 semanas antes da exibição, que era pra poder acumular e não faltar programa. E isso causou o seguinte caso:

Uma vez liam cartas de fãs – não eram cartas de verdade, a produção escrevia só pra ter algo mais fácil de achar brecha e dar uma zoadinha. Maria Antonieta abriu uma carta que continha a seguinte pergunta: “Qual a sua opinião sobre o filme Zona Roja (Zona Vermelha)?”, e a resposta de outro Supergenio (eu suponho que tenha sido o Dr. Chapatin) foi: “Que no tiene la culpa el indio sino el que lo hace Fernandéz” (Não tem a culpa o índio senão o que faz Fernandez). O filme, lançado há pouco tempo na época, era dirigido por Emilio “El Indio” Fernandez. Porém, entre o tempo de gravação do programa e a exibição do mesmo, no dia 30 de Maio, o tal Emilio Fernandez se envolveu num acidente de carro que terminou com o mesmo matando a tiros um homem de origem humilde.

Agora imagine o furor da noticia do assassinato, e o Chespirito chegando e falando “No tiene la culpa el indio sino el que lo hace Fernandéz”. O programa foi criticado por muitos pela suposta zombaria do caso, e estava fadado a ser sempre conhecido como um programa de humor negro. Pelas consequências de tal acidente, Chespirito decidiu dar cabo no quadro dos supergenios, e o nome do programa passou a ser “Programa Chespirito” até 72. O caso então foi referenciado anos depois, no episódio do Chapolin do descobrimento da tribo discoteca, chamado “No tiene la culpa el indio sino el que lo hace Fernandéz“.

E esse foi o Primeiro Impacto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: