.: Vizinhança do Chaves :. DEFINITIVAMENTE CHESPIRITO. Chaves e Chapolin

O portal sobre Chespirito mais atualizado do Brasil

#10 O outro lado da Chiquinha!

10- O OUTRO LADO...Olá amigos da Vizinhança, como vão?

Você pode ter se assustado ao ler o título de nossa coluna, e achá-lo estranho. Muitos também devem ter imaginado que irei tratar das questões judiciais envolvendo a María Antonieta (Chiquinha) e Roberto Gómez Bolaños (Chespirito). Apesar desse assunto estar em evidência, esse não será o tema de hoje. Abordarei nesta 10ª coluna, um detalhe interessante e estranho ao mesmo tempo: as interpretações de papéis masculinos pela atriz María Antonieta de las Nieves, em Chapolin!

Nós sabemos que foram poucas as participações da atriz María Antonieta (Chiquinha) no seriado Chapolin. Ainda assim, dos poucos episódios em que ela participou dois me chamaram a atenção: “O Menino que os Brinquedos Jogou Fora (Parte 01 e 02, 1977), e “Os Duendes” (versão de 1973 e 1979- ambos inédito no Brasil), pelo fato de que a atriz María Antonieta nesses episódios interpretou garotinhos. Gostaria de apresentar um rápido resumo de cada episódio:

O menino que os brinquedos jogou fora (1977)- Um garotinho (María Antonieta), tem a mania de jogar os próprios brinquedos fora, e dizer ao pai que um ladrão os roubou. Os pais descobrem a armação, e a mãe chama o Chapolin. Nesse desenrolar, aparece um bandido de verdade, que passa a roubar os brinquedos do garoto para dar ao seu filho. Por fim, o garotinho é convencido pelo Chapolin a dividir parte de seus brinquedos com o filho do pobre homem.

Os Duendes (1973/1979)- Um garoto chamado Fernando (María Antonieta), afirma que há duendes em seu quarto. Como ninguém acredita, ele resolve chamar o Chapolin Colorado, que também passa a ver os “Duendes”. Por fim, descobrem que eles nada mais eram do que uns bonequinhos fabricados pelo pai de Fernandinho, para que o menino não se sentisse tão sozinho.

Os dois episódios acima nos mostram o quão preparado devia estar os atores CH. Era comum ver eles interpretando personagens parecidos como: Seu Barriga e Nhonho, Dona Florinda e Pópis, e Chiquinha e Dona Neves, mas o estopim da boa atuação aconteceu quando eles precisaram interpretar personagens totalmente diferentes do que estavam acostumados.

Por algum motivo, o roteiro de Chespirito precisava de mais um ator para interpretar o papel de um garotinho, e sem dúvida, a María Antonieta se encaixaria melhor do que Florinda Meza ou Angelines Fernandéz, por ser a mais jovem do elenco, e de baixa estatura.

Chespirito fez episódios maravilhosos com coisas simples e atores improvisados. É por isso que ele continua sendo assistido depois de mais de 40 anos, e nos divertindo até hoje. Uma coisa é certa: Bolaños era a espinha dorsal de seus programas, no entanto, sem a excelente atuação de seus atores, e o improviso da equipe quando necessário, seus roteiros não teriam o mesmo significado. E convenhamos, essa equipe não poderia ter atuado de melhor maneira, não é mesmo?

Um abraCHo, e até a próxima!

Por: Joel Júnior

Anúncios

3 Comentários

  1. victor235

    Boa coluna. Faltou citar o filho de Guilherme Tell.

  2. Ramyen

    Muito Legal.

    A Maria Antonieta ficou legal também fazendo papel de menino.rsrs

    Pena que ela participa tão pouco do Chapolin(Prefiro ela que Florinda).

Trackbacks

  1. RETROSPECTIVA CH 2013: Agosto | .: Vizinhança do Chaves :. DEFINITIVAMENTE CHESPIRITO. Chaves e Chapolin

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: