.: Vizinhança do Chaves :. DEFINITIVAMENTE CHESPIRITO. Chaves e Chapolin

O portal sobre Chespirito mais atualizado do Brasil

Baú Chespirito: 2001 – Humor pastelão faz sucesso entre crianças e adultos

bauchespirito

Meio: Jornal O Globo

Data de publicação: 13/05/2001

Título: “Humor pastelão faz sucesso entre crianças e adultos”

Autor: ?

No ar há 16 anos, “Chaves” é um trunfo do SBT. Apesar das inúmeras mudanças de horário e das reprises, o seriado mexicano é sempre acompanhado por um público fiel, que garante médias de até 15 pontos de audiência. Atualmente, passa de segunda a sábado, às 14h15min.

A emissora possui 180 episódios inéditos e promete exibi-los a partir de junho, ou agosto (mês de aniversário do SBT), com o título de “Clube do Chaves” e uma hora de duração. Chama-se “Chespirito” e tem vários personagens novos, além de antigos como o próprio Chaves, o Chapolim e o Pancada. “Acredito numa renovação do público” – aposta Mauro Lissoni, diretor de programação do SBT.

E o executivo tem lá suas razões. Uma pesquisa encomendada recentemente pela emissora mostrou que 52% dos espectadores estão na faixa etária dos 4 aos 17 anos; 36% têm entre 18 e 49; e 12%, acima dos 50. O estudante carioca Daniel Resende, de 14 anos, faz parte de um novo público. Ele não perde um só episódio do seriado:
– O Chaves pega o jeito de pensar das crrianças e faz piadas com isso. Não há malícia. O cenário também tem graça. Quando alguém bate a porta, às vezes a parede balança.

Com humor pastelão e produção mambembe, o seriado foi gravado de 73 a 83 e faz sucesso em 26 países. Chaves, interpretado pelo ator mexicano Roberto Bolaños, é um menino que mora num barril e se mete em confusão com os moradores de uma vila, como Seu Madruga, Chiquinha, Quico e Dona Florinda.
– Eles são ridículos, mas não fazem mal a ninguém. É melhor do que os seriados de super-heróis japoneses com monstros de borracha – diz o universitário André Batista, de 19 anos, que se diverte com os bordões de Chaves como “Foi sem querer querendo”, “Tá bom, mas não se irrite” e “Isso, isso, isso!”.

O ator José de Abreu, o Eriberto de “Porto dos Milagres”, já confessou que assiste ao enlatado mexicano com o filho. Outro admirador de “Chaves” é o cantor e compositor paulista Zé Rodrix:
– O seriado lida com valores reais e nãoo faz cópia de adulto. Tudo tem começo, meio e fim. É um humor ingênuo. Não tem preconceito nem apelo erótico.

Para Mauro Lissoni, não há chances de o SBT perder o seriado para outra emissora:
– Ele é um coringa da programação. Além disso, não pede aumento nem faz leilão.

via punk_rockers_br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: