.: Vizinhança do Chaves :. DEFINITIVAMENTE CHESPIRITO. Chaves e Chapolin

O portal sobre Chespirito mais atualizado do Brasil

Papo Chavesmaníaco: A despedida de Seu Furtado

papodois

Depois de um longo tempo escrevendo para o nosso blog, o ilustre chavesmaníaco Italo, ou Seu Furtado, como é conhecido no meio ch, nos deixa para uma nova empreitada: A administração de seu novo blog, o Manchetes.

Will CH: Olá Seu Furtado, primeiramente é uma honra estar te entrevistando, infelizmente num momento não tão agradável, a sua despedida do blog Vizinhança do Chaves. Comece nos contando um pouco do que te levou a deixar o blog do nosso amigo Victor.

Seu Furtado: Obrigado pela oportunidade, Will! Bom, foi uma série de fatores. Senti que a minha missão no blog estava cumprida, que era consolidar o blog como um dos maiores do meio CH. Também vieram problemas pessoais. E surgiu a ideia do Notindex (Blog Manchetes), um blog jornalístico, que me tomaria o tempo que dedicava ao Vizinhança do Chaves. Então, “pedi o chapéu”.

W: Sobre o projeto do seu blog, quais são as suas metas?

SF: O blog Manchetes é jornalístico. Minha meta é levar informação de qualidade aos leitores. Atualmente estamos reformatando o projeto, então aguardem, pois virão novidades!

W: Você já foi um frequentador assíduo do FUCH, o que te levou a se afastar um pouco do fórum, frequentando mais o Fórum Chaves?

SF: Na verdade, Will, estou um pouco ausente dos Fóruns CH em geral, pois ando com o tempo escasso. Também tenho algumas divergências com os ideais da staff do Fórum Único Chespirito. Alguns assuntos prefiro debater no Fórum Chaves, principalmente off-topic.

W: Você pretende deixar o meio ch de vez e se dedicar somente ao seu novo blog?

SF: Jamais! Vou continuar no Meio CH, e também no meu blog. É uma honra poder debater e aprender sobre CH com os demais fãs nos fóruns.

W: Sobre o seu relacionamento com os chavesmaníacos em geral (mesmo que prefira numerada), com quais você possui maior afinidade?

SF: Sou amigo de todos, felizmente não tenho inimigos. Aliás, é uma grande bobagem as rixas que existem no meio CH. Às vezes, vejo usuários experientes falando “eu odeio fulano”, mas como vamos odiar alguém sem os conhecer pessoalmente? Tenho grande afinidade com o Victor, grande amigo, e o Luis Enrique, a primeira pessoa que falou comigo quando registrei e igualmente amigo.

W: Durante a sua carreira no Vizinhança do Chaves, a sua pessoa chegou a iniciar uma seção de entrevistas denominada “O Questionador”, da qual eu cheguei a ser o cobaia primeiro entrevistado, o que te levou a não dar continuidade?

SF: A minha ideia eram entrevistas que “colocavam o entrevistado contra a parede”, mas na prática ficou muito parecido com o Papo Chavesmaníaco. Por isso, não dei continuidade.

W: Agora vamos falar um pouco mais de CH, quais são as suas expectativas a respeito do novo trabalho de dublagem CH que vem sendo relatado por ilustres chavesmaníacos como o grande Gustavo Berriel?

SF: Estou receoso. Leio comentários bons sobre os novos dubladores, mas quando Tatá foi escolhido, também diziam que “era o novo Gastaldi”. Na prática, vimos o que aconteceu. E mais uma troca de vozes, Chespirito vai para a 5ª voz! Mas os fãs têm de entender que Marcelo Gastaldi nunca vai voltar, e ninguém tem a voz igual. Mas com uma interpretação parecida e a vivacidade que Maga imprimia nas dublagens, o novo dublador vai agradar. Caso contrário, será mais um fracasso.

W: Durante o ápice do movimento Volta-Perdidos, o SBT realizou uma série de ações em benefício aos fãs, tais como a volta de perdidos, semelhantes e realização de especiais, você acredita que agora há uma tendência de que as coisas acalmem um pouco?

SF: Sim, e eu até prefiro a calmaria. Não suporto a falsidade do SBT ao dizer que “ama” Chaves, mesmo cortando abusivamente os episódios e deixando Chapolin fora do ar. Os Perdidos e Semelhantes foram um cala-boca da emissora aos fãs, para que não reclamem da péssima exibição de Chaves, da volta de Chapolin… CH virou cultura, e agora muitos dizem gostar. Não gosto disso também.

W: O que significa o meio ch e toda a obra de Chespirito na sua vida?

SF: As séries de Chespirito são excelentes, gosto muito do humor circense e pastelão de Bolaños. O Meio CH me trouxe muitas amizades, conheci perfis que até então não conhecia, me “abriu” os olhos para o mundo. O Meio CH é representativo, ao somarmos o número de membros do Fórum Chaves e FUCH, o resultado é 23 mil membros! Um recorde!

W: Para terminar, deixe uma mensagem aos navegantes que frequentam o Vizinhança do Chaves.

SF: Sigam acessando o Vizinhança do Chaves. Vocês, leitores, são o que motivam a equipe deste blog à trazer um conteúdo de primeira classe aos chavesmaníacos. Há anos o meio CH vinha em um mórbido marasmo, e o Vizinhança do Chaves ajudou a levantar o meio, que teve uma boa retomada no último ano. Obrigado pela oportunidade, e um abraço à você, Will, e à todos os leitores do VdC!

Um abraço e obrigado pela entrevista!

2 Comentários

    Trackbacks

    1. Papo Chavesmaníaco: Rafinha « .: Vizinhança do Chaves :. O portal sobre Chespirito mais atualizado do Brasil – Chaves e Chapolin
    2. Resposta Dobrada #06: Arkantos e JoelJunior | .: Vizinhança do Chaves :. O portal sobre Chespirito mais atualizado do Brasil - Chaves e Chapolin

    Deixe um comentário

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

    Foto do Google

    Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

    Conectando a %s

    %d blogueiros gostam disto: