.: Vizinhança do Chaves :. DEFINITIVAMENTE CHESPIRITO. Chaves e Chapolin

O portal sobre Chespirito mais atualizado do Brasil

FANFIC: Chaves vai morar com Seu Madruga e Chiquinha, por Guilherme e Bruno

Terça-feira é dia de fanfics no Vizinhança do Chaves! Clique em “leia mais” e divirta-se com mais uma história criada por Guilherme Almeida, essa com a participação do Bruno.

Roteiro original: Guilherme Aldeia de Souza e Bruno Mattos da Silva

Ano do episódio: 1977

Duração do episódio: 21 minutos

Personagens:

Roberto Gómez Bolaños – Chaves

Ramón Valdés – Seu Madruga

Carlos Villagrán – Quico

Maria Antonieta de las Nieves – Chiquinha

Rubén Aguirre – Professor Girafales

Florinda Meza – Dona Florinda

1º Bloco

[Chaves bate na porta do Seu Madruga e ele atende, mas sem perceber, Chaves bate no Seu Madruga]

[risadas de fundo]

[Seu Madruga fica bravo]

Seu Madruga: O que veio me pedir?

Chaves: Eu queria te perguntar se quer um favor

Seu madruga: Bom, já que é assim. Eu fiquei de entregar estes leites lá no 28. Vai lá e entrega

Chaves: Sim

[Chaves pega os leites que Seu Madruga lhe deu e fica olhando para ele]

Seu Madruga: O que foi?

Chaves: O pagamento

Seu Madruga: Como?

Chaves: Sim, já quero receber adiantado [risadas de fundo]

Seu Madruga: Você só vai receber dinheiro quando você me fizer o favor

[Chaves se distancia do Seu Madruga. Começa a olhar para o chão, para cima, para o portão da vila…]

Seu Madruga: O que deu em você?

[Chaves responde ironicamente]

Chaves: O senhor não ouviu alguém me chamar pedindo para lhe fazer um favor e que vai me pagar na hora, não como muitos por aí.

[risadas de fundo]

Seu Madruga: Está bem, Chaves. Toma o dinheiro.

Chaves: Obrigado!

[Chaves vai até o 2º pátio, para entregar os leites para o 28. Dona Florinda sai de sua casa e vai até o Seu Madruga]

Seu Madruga: Não, não, não, não, não! Não é minha culpa! [risadas de fundo]

Dona Florinda: Eu não vim lhe bater. Eu vim para perguntar algo ao senhor.

Seu Madruga: Ah, bom! O que é?

Dona Florinda: Por que o Chaves saiu correndo feliz daquele jeito?

Seu Madruga: É que eu pedi que ele entregasse os leites no apartamento 28. Eu dei dinheiro para ele e por isso ficou tão feliz. Ele não sabe, mas eu vou lhe dar um sanduíche de presunto também

Dona Florinda: Entendi. Obrigada.

Seu Madruga: Dinada, curiosa.

[risadas de fundo]

Dona Florinda: O que disse?

Seu Madruga: Nada, nada!

[risadas de fundo]

Dona Florinda: Melhor para o senhor

[Seu Madruga abre a porta para entrar, mas acerta a Dona Florinda]

[risadas de fundo]

Seu Madruga: Me desculpe, me desculpe, é que eu tava…

Dona Florinda: Tá, Tá!

[Seu Madruga entra para casa]

[Chaves chega no 1º pátio]

Dona Florinda: Ah, e por falar em leite… Chaves, poderia comprar uma caixa de leite lá na venda para mim? O troco fica com você

Chaves: Melhor assim, não é? [risadas de fundo]

Dona Florinda: E se eu mudo de ideia e não deixo o troco com você?

[Quico sai da casa dele]

Chaves: Então eu mudo de ideia e não vou buscar nada! [risadas de fundo] A senhora vai ter que ir lá. Vai andar bastante e pode ser que nesta idade a senhora não aguente muito. [risadas de fundo] [Dona Florinda fica brava] E depois…

Quico: Ai cale-se, cale-se, cale-se, você me deixa louco! [risadas de fundo]

Chaves: Tá bom, mas não se irrite!

Quico: Então, não me deixe irritado!

Dona Florinda: Quico?

Quico: Que é?! [risadas de fundo]

[Dona Florinda fica brava]

Quico: Que coisa, não! [risadas de fundo]

Dona Florinda: Tudo bem, tesouro. E você Chaves, vai lá buscar o leite.

Chaves: Vai deixar o troco comigo? [risadas de fundo]

[Quico e Dona Florinda ficam bravos]

Dona Florinda: Sim!!!!!

[Chaves fica com medo e fica no portão da vila. Chiquinha sai de sua casa]

Quico: E se você pensa que vai se sair bem por ter chamado a minha mãe de velha, espera que você verá! Vai ter que aguentar as atitudes de velha dela! [risadas de fundo]

Dona Florinda: Tesouro!?

Quico: É que…

Dona Florinda: Está bem, está bem. Vamos entrar, filho

Quico: Sim, mamãe.

[Dona Florinda e Quico entram para casa]

Chiquinha: E depois desta gritaria, eles ainda falam que eu e meu pai que somos a gentalha [risadas de fundo] Chaves, aonde você vai?

Chaves: Dona Florinda disse pra eu comprar umas caixas de leite e disse que eu podia ficar com o troco

Chiquinha: Mas Chaves, você não gostaria de ampliar o dinheiro para aumentar o troco?

Chaves: Como?

Chiquinha: É só plantar uma moeda naquele vasinho. Molha e espera crescer uma árvore de dinheiro.

Chaves: Isso, isso, isso, isso! [risadas de fundo]

[Chaves planta a moeda e começa a regar. Chiquinha começa a rir] [risadas de fundo]

[Seu Madruga sai da casa dele]

Seu Madruga: Chaves, já entregou os leites que eu pedi?

Chaves: Claro! Fui até o 28… [Aponta para o 2º pátio e sem ver molha Seu Madruga com o regador] [risadas de fundo]

Seu Madruga: Tinha que ser o Chaves mesmo! Toma! [Seu Madruga bate no Chaves]

Chaves: Pipipipipipipipi!

Seu Madruga: Pipipipipipipipi! [risadas de fundo]

[Quico sai de casa]

Seu Madruga: Toma mais cuidado, tonto!

Chaves: É quem me chama! [risadas de fundo]

Seu Madruga: O quê?!

Quico: Alguém me chamou? [risadas de fundo]

Chiquinha: Como é burro! Não, Quico! O Chaves e o meu pai estavam falando de outro tonto. [risadas de fundo]

Quico: Ah, Bom! É que….O quê? Você não vai com a minha cara? [risadas de fundo]

Chaves: Não, é que eu estava falando do Seu Madruga

Seu Madruga: É verdade e….O Quê? [risadas de fundo]

[Quico começa a rir]

Quico: O Seu Madruga é um tonto!

[risadas de fundo]

[Seu Madruga faz uma cara de bravo para o Quico]

Quico: Bobalhão?… Idiota? Gentalha, isso sim…. Burrinho de carga? Não deu!

[risadas de fundo]

[Seu Madruga dá um beliscão em Quico]

Quico: MAMÃE!

[risadas de fundo]

[Dona Florinda sai de sua casa]

Dona Florinda: O que foi, tesouro?

Quico: O Seu Madruga me beliscou!

Seu Madruga: É que eu…

[Dona Florinda bate no Seu Madruga] [risadas de fundo]

Dona Florinda: Vamos tesouro, não se misture com essa gentalha!

Quico: Sim, mamãe! Gentalha, gentalha pfff! [risadas de fundo]

[Seu Madruga joga o chapeu no chão]

Dona Florinda: Hoje vai ser difícil eu ficar de bom humor.

[Dona Florinda se vira e encontra o Professor Girafales. Dona Florinda fica de bom humor]

[risadas de fundo]

Dona Florinda: Mas é o Professor Girafales!

Quico: Sim, o meu papi!

[risadas de fundo]

[Professor Girafales e Dona Florinda ficam se olhando apaixonadamente um para o outro. Quico fica contente. Seu Madruga fica fazendo caretas para Dona Florinda]

[risadas de fundo]

[Música de fundo]

2º Bloco

[Chaves e Chiquinha estão no pátio]

Chiquinha: Chaves, já plantou a sua moeda?

Chaves: Sim! Agora… Chiquinha?

Chiquinha: O que, Chaves?

Chaves: Você já não me enganou uma vez com esta história?

Chiquinha: E você como é burro, plantou mais uma vez a moeda em um vasinho, com a esperança de nascer uma árvore de dinheiro. Hahaahahahaah! [Chiquinha começa a rir]

[risadas de fundo]

Chaves: E você ainda rir! Heheeheehhee! [Chaves começa a rir também]

Chiquinha: Por que você fala isso?

Chaves: Você não se lembra que você foi a única que se deu mal nesta história? Heheheehe! [Chaves rir mais uma vez e vai para a venda comprar o leite da Dona Florinda. Chiquinha fica com cara de boba]

[risadas de fundo]

[Transição de cenas]

[Chaves está sentado na escada triste. Chiquinha sai de sua casa]

Chiquinha: O que aconteceu, Chaves?

Chaves: Tenho muito azar. Eu pensei que eu receberia um bom troco, mas o preço de leite aumentou e não recebi quase nada

[Dona Florinda e Professor Girafales saem de sua casa para passear]

Chiquinha: Mas é por causa dos energéticos, Chavinho.

Chaves: O que a energia tem haver com os leites?

[risadas de fundo]

[Professor Girafales houve o que o Chaves diz e decide explicar para ele]

Professor Girafales: Não, Chaves. Os energéticos não tem nada haver com energia. Os energéticos tem haver com a inflação.

Chaves: Inflamação?

[risadas de fundo]

Professor Girafales: Inflação, Chaves! Você não sabe o que é inflação?

Chaves: Ah, sim! A inflação é o aumento persistente e generalizado no valor dos preços.

[risadas de fundo]

[Dona Florinda, Professor Girafales e Chiquinha ficam espantado com a resposta do Chaves]

Professor Girafales: É… É isso, Chaves. É isso mesmo.

[risadas de fundo]

Dona Florinda: Já que ele sabe, vamos?

Professor Girafales: Vamos

[Dona Florinda e Professor Girafales vão passear]

Professor Girafales: Nem eu sabia direito o que era inflação

[risadas de fundo]

[Dona Florinda olha espantada para a câmera]

Chaves: Ainda bem que a Dona Florinda não viu a garrafa de leite vazia

[risadas de fundo]

Chiquinha: Você não entregou para Dona Florinda?

Chaves: Pois, pois, pois…

[Quico sai de sua casa]

Quico: Chaves, você não entregou o leite até agora.

Chaves: Eu bebi tudo

[risadas de fundo]

Quico: Ah, bom… O quê?!

Chaves: Pois, pois…

Quico: Sorte sua que o Professor está aqui, assim a minha mãe nem vai perceber que você não trouxe o leite. Ah, mas eu já ia me esquecendo. Tenho boca para falar, não é? [Quico começa a rir]

[risadas de fundo]

Chaves: Mas agora que sua mãe está com o Professor Girafales, eles só vão tomar café

Quico: E se eu falar para minha mãe oferecer café com leite para o Professor Girafales?

[risadas de fundo]

Chiquinha: Quico, deixa de ser um menino ruim, ainda mais agora

Quico: Por que diz isso?

Chiquinha: Porque o coitado do Chavinho não recebeu quase nada de troco quando foi comprar o leite

Quico: Ah, bom.

Chiquinha: Chaves, você poderia fazer o que eu faria no seu lugar

Chaves: E o que é?

Chiquinha: Você deveria falar para o vendedor que você enxergava mal e que você deu mais dinheiro para ele. Assim você teria mais troco

[risadas de fundo]

Chaves: Ah, é! Pois saiba que você que está enxergando mal, por estar olhando para a pessoa errada. Eu nunca faria isso e nem voltarei a fazer

[risadas de fundo]

Quico: Puxa! Falando destas coisas, as vezes eu me lembro de quantos problemas que você enfrenta na sua vida, Chaves. Passa fome, não tem um lugar para dormir, e…

Chiquinha: É isso! Chaves, que tal se você ir morar comigo e o meu pai?

Chaves: O Quico fala dos meus problemas e você continua não ligando

Chiquinha: Mas eu disse que você poderia ir morar comigo e o meu pai

Chaves: Por isso

[risadas de fundo]

Chiquinha: Mas Chaves, na minha casa você vai ter o que comer e poderá dormir em um lugar confortável!

Chaves: É sério?!

Chiquinha: Sim, pois é, pois é, pois é!

Chaves: Zás, zás, aí eu ia comer… e… e… e ia comer muito e, e, e… e dormir tranquilamente e…e… zás!

[risadas de fundo]

Chiquinha: Eu vou procurar o meu pai para falar com ele, está bem?

Chaves: Sim!

[Chiquinha vai até o segundo pátio]

[Seu Madruga sai da casa dele. Ele vem assobiando e varrendo o pátio. Ele passa a vassoura nos pés do Chaves]

Chaves: Por acaso eu sou invisível?

[risadas de fundo]

[Chiquinha encontra o Seu Madruga]

Seu Madruga: Desculpa, Chaves

Chaves: Tudo bem. Mas eu sempre tenho que ter problemas aqui na vila. Hoje eu não recebi quase nada de troco e tudo por causa da energia

[risadas de fundo]

Chiquinha: Energéticos, Chaves

Seu Madruga: Bom, agora está aumentando tudo, Chaves

Quico: Menos a Chiquinha! [Quico começa a rir]

[risadas de fundo]

Quico: Continua bem pequenininha [Quico continua rindo]

[Seu Madruga faz cara de bravo para o Quico]

Seu Madruga: Com certeza a sua inteligência não precisa aumentar

[Quico fica contente]

Quico: É mesmo?!

Seu Madruga: Sim, já que você não tem mesmo!

[risadas de fundo]

Quico: Não vai com a minha cara?

Seu Madruga: Ah, é?

[Seu Madruga belisca o Quico]

Quico: Agrrrrrrrrrr! [Quico começa a chorar]

[risadas de fundo]

Chiquinha: Papai, o Chaves pode ir morar com a gente?

Seu Madruga: O quê?

Chiquinha: Desse jeito acabaria com todos os problemas que ele tanto questiona

Seu Madruga: Mas desse jeito aumentaria os meus problemas, filhinha

[risadas de fundo]

Chiquinha: Ah, papai [Chiquinha fica triste. Chaves também fica triste]

Seu Madruga: Tudo bem. O Chaves pode morar com a gente

[Chaves e Chiquinha ficam contentes]

Quico: Agora sim a gentalha está reunida

[risadas de fundo]

Seu Madruga: E você cale a boca!

Quico: Quero saber como vai fazer para ter o Chaves em sua casa

Seu Madruga: Eu também queria saber

[risadas de fundo]

Chaves: Então, vamos entrar logo!

Seu Madruga: Espera, Chaves

[Seu Madruga, Chaves e Chiquinha entram em casa. Chaves olha os pratos em cima da mesa]

Chaves: Nestes pratos que vamos comer, né?

[Chaves derruba os pratos]

[risadas de fundo]

Seu Madruga: Na verdade eram os pratos que nós íamos comer.

[Seu Madruga olha com cara de bravo para o Chaves]

[risadas de fundo]

3º Bloco

[Seu Madruga, Chiquinha e Chaves estão tomando café da tarde]

Seu Madruga: Chaves, pega um copo de leite para mim

Chaves: Sim

[Chaves entra na cozina. Coloca o leite no copo, mas não aguenta olhar e toma todo o leite. Chaves procura mais leite na geladeira, mas já não tem mais nada. Ele começa a ficar desesperado até que tem uma ideia. Com o resto de leite que sobrou no final de copo, Chaves enche de água e o leite fica ralo]

[risadas de fundo]

Chaves: Aqui está o leite

Chiquinha: Chaves, que tipo de leite é este? Está estranho

Chaves: Quem é que vai saber

[risadas de fundo]

[Seu Madruga toma todo o leite ralo e faz uma cara de quem gostou]

Seu Madruga: Obrigado, Chaves!

[risadas de fundo]

[Chaves fica espantado que o Seu Madruga tomou todo o leite ralo]

[risadas de fundo]

Seu Madruga: Ah, Chaves. Eu tinha comentado com a Dona Florinda, que eu ia te dar um sanduíche de presunto depois que você fizesse o favor de entregar os leites no 28

Chaves: E?!

Seu Madruga: Eu fico devendo

[risadas de fundo]

[Chaves olha trsite para câmera]

[risadas de fundo]

[A cena muda para a casa da Dona Florinda e do Quico]

Dona Florinda: Foi ótimo o passeio, Professor

Professor Girafales: Foi mesmo

Dona Florinda: Quer mais café?

Professor Girafales: Aceito sim

[Dona Florinda pega o café e a xícara]

Quico: Mamãe, você sabia que o Chaves está morando com o Seu Madruga e a Chiquinha?

Dona Florionda: Não pode ser. Agora morando junto eles vão fazer mais bagunça, como sempre [Dona Florinda começa a derramar café no Professor sem ela perceber]

Professor Girafales: Ai! Como isso arde!

[risadas de fundo]

Dona Florinda: Desculpa, Professor Girafales! [Professor pega um pano para limpar]

Professor Girafales: Não se preocupe, Dona Florinda. Pode deixar que eu limpo. Bem, voltando ao assunto do Chaves, eu acho ótimo que ele tenha ido morar na casa do Seu Madruga. Muitas vezes o Chaves chega cansado na escola por não ter dormido direito. Consequentemente, ele tira uma nota ruim nas provas. Agora, dormindo na casa do Seu Madruga, ele melhorará o seu empenho na escola.

Dona Florinda: Professor, não vê que isso é desculpa dele por tirar nota baixa

Professor Girafales: Eu posso dizer para a senhora que são muitos que tiram notas baixas na escola. O Quico poderia dizer isto também por expreriência própria, não é Quico?

[risadas de fundo]

Dona Florinda: Tesouro, quer dizer que você também tira notas baixas?

Quico: Ninguém disse isso, mamãe

[risadas de fundo]

[Já é de noite. A cena muda para a casa do Seu Madruga e da Chiquinha]

Seu Madruga: Vamos dormir, crianças?

Chiquinha: Sim. Chaves, você vai dormir no sofá e eu durmo no meu quarto

Chaves: E o seu pai?

Seu Madruga: Eu durmo aqui no móvel da sala

[risadas de fundo]

Seu Madruga e Chiquinha: Boa noite, Chaves

Chaves: Boa noite

[Seu Madruga começa a roncar bem forte. Chaves não consegue dormir]

[risadas de fundo]

Chaves: Só me faltava isso

[Chaves vai até o quarto da Chiquinha]

Chaves: Chiquinha

Chiquinha: Ai! Um bandido, um bandido! [Chiquinha joga o travesseiro no Chaves]

[risadas de fundo]

Chaves: Sou eu, Chiquinha

Chiquinha: Ainda bem. O que você quer?

Chaves: Seu pai não me deixa dormir. Ele está roncando sem parar

[risadas de fundo]

Chiquinha: Eu também não estou conseguindo dormir. Mas eu vou resolver isso

[Eles saem do quarto]

Chaves: Nós vamos colocar algumas coisa para tapar os nossos ouvidos?

Chiquinha: Não adiantaria. O ronco dele é muito forte. Parece um caminhão freando

[risadas de fundo]

Chaves: O que você vai fazer?

Chiquinha: Uma coisa que funciona muito bem. Veja: [Chiquinha começa a imitar uma apresentadora de televisão] Para todos aqueles que estão assistindo o programa de prêmios “Para que pensar no amanhã, se você pode ficar milionário hoje”,[risadas de fundo] E nós já temos um convidado. Pode entrar Seu Madruga![Seu Madruga faz uma cara de contente enquanto dorme] [risadas defundo] Ele está com o bilhete do sorteio e o número do bilhete dele é: 877. Vamos ver se ele vai ficar milionário. Se ele perder, azar o dele. [Seu Madruga faz uma cara de bravo enquanto dorme] [risadas de fundo]
Vamos sortear os números e vê se o Seu Madruga ganhará. Vamos ao sorteio. Os números sorteados são: 8 – 7 – 7! Seu Madruga é o novo milionário! [Seu Madruga bota uma baita de um sorriso no rosto e fica tão contente, que acaba dormindo tranquilamente] [risadas de fundo]

Chaves: Nossa!

[risadas de fundo]

Chiquinha: Não está mais roncando, viu

Chaves: Mas será que seu pai não morreu de tanta alegria?

Chiquinha: Claro que não, Chaves

Chaves: Eu vou fazer a prova. Seu Madruga corre, corre, pois a Dona Florinda quer bater no senhor! [Seu Madruga fica desesperado enquanto dorme] [risadas de fundo]
Ela se prepara para bater no senhor e… Leva um tabefe [Seu Madruga vira o rosto pensando que levou um tabefe] [risadas de fundo]

[Seu Madruga se levanta e fala dormindo]

Seu Madruga: Eu levei este tabefe por sua culpa, Chaves! Toma!

[Seu Madruga bate no Chaves enquanto dorme]

Chaves: É, não morreu mesmo não, e… Pipipipipipippipipi!

[risadas de fundo]

Chiquinha: Por que você foi fazer isto, Chaves. Olha, meu pai voltou a dormir tranquilamente e não roncará mais

Chaves: Mas ele me deu um baita de um cascudo!

Chiquinha: Olha, Chaves, deixa isso pra lá e vamos dormir, está bem?

[Chiquinha vai para o quarto. Chaves deita no sofá]

[A cena muda para a casa da Dona Florinda e do Professor Girafales]

Professor Girafales: Nossa! Olha que horas são! Dona Florinda, está muito tarde! Eu preciso ir

Dona Florinda: Tudo bem, Professor

Quico: Professor, o senhor vai começar a me dar uma nota boa na escola? Lembre-se que você gosto muito da minha mãe. Não vai querer decepcioná-la, vai?

[risadas de fundo]

[Dona Florinda fica brava]

Dona Florinda: Quico!

Professor Girafales: Bom, se sua mãe querer…

[risadas de fundo]

Dona Florinda: Professor Girafales! Eu jamais pediria para o senhor dar uma nota boa para o Quico, só por causa do nosso relacionamento

Professor Girafales: A sua mãe tem razão, Quico. Bem, eu já estou indo

Dona Florinda: Adeus, Professor Girafales

Professor Girafales: Adeus, Dona Florinda

Quico: Adeus, papi

[risadas de fundo]

Quico: Digo, Professor

Professor Girafales: Adeus, Quico

[A cena muda para a casa do Seu Madruga a da Chiquinha]

[Uma mosca começa a irritar o Chaves.]

[risadas de fundo]

[Chaves começa a jogar várias coisas para acertar a mosca. Pisa em cima do sofá para tentar pegar a mosca]

[risadas de fundo]

[Professor Girafales sai da casa da Dona Florinda e é acertado pelo cofrinho jogado por Chaves]

[risadas de fundo]

[Professor Girafales escuta a barulheira na casa do Seu Madruga]

Professor Girafales: O Seu Madruga está tendo tanto trabalho com o Chaves, que precisa descontar em mim.

[risadas de fundo]

[Professor Girafales vai embora da vila. Chaves vê se o professor já foi. Então, ele joga um quadro para acertar a mosca, mas ela escapa e faz um barulho debochando dele]

[risadas de fundo]

[Chaves fica irritado e começa a derrubar os quadros, quebrar os vidros da janela… Até que ele acerta sem querer o Seu Madruga, mas mesmo assim não acorda]

Chaves: Minha nossa!

[risadas de fundo]

[Chiquinha houve os barulhos da sala]

Chiquinha: Puxa, o meu pai começou a roncar diferente agora.

[risadas de fundo]

[Chaves continua destruindo a casa do Seu Madruga, até que ele consegue matar a mosca. Ele joga a mosca pela janela]

Chaves: Me sinto invencível!

[risadas de fundo]

[Mas Chaves olha espantado por ter destruído a casa do Seu Madruga]

Chaves: E agora?!

[risadas de fundo]

[Já e de manhã. Chquinha acorda e se depara com a bagunça e o Chaves sentado no sofá]

[risadas de fundo]

Chiquinha: CHAVES?! O que aconteceu aqui?!

Chaves: Eu queria domir, mas a mosca não deixava. Quando eu a matei , me deparei que tinha destruído toda a casa.

Chiquinha: Se o meu pai acorda e vê toda esta bagunça, eu não vou pensar duas vezes e vou te acusar. Não quero que ele pense que foi eu que fiz esta bagunça

[risadas de fundo]

Chaves: Mas Chiquinha…

[Seu Madruga se levanta. Chiquinha começa a distrair ele]

Chiquinha: O meu pai se levantou!

Chaves: E agora?!

Chiquinha: Ah, papai, vamos até a cozinha? Eu quero que o senhor prepare o meu café da manhã

Seu Madruga: Tudo bem

[Seu Madruga não percebe a bagunça e eles entram na cozinha]

Seu Madruga: Chiquinha?

Chiquinha: Sim, papai

Seu Madruga: Se o Senhor Barriga vier hoje, pode deixar ele entrar. Tenho dinheiro suficiente para pagar os 14 meses de aluguel atrasado.

Chiquinha: Com que dinheiro?

Seu Madruga: Você não ficou sabendo? Eu ganhei muito dinheiro ontem em um programa de televisão

[risadas de fundo]

[Chiquinha fica desesperada]

Chiquinha: Mas papai…

Seu Madruga: Ontem eu também levei um tabefe da Dona Florinda e tudo por causa do Chaves. Eu vou lá ver ele

Chiquinha: NÃO!!!

[risadas de fundo]

[Seu Madruga e Chiquinha saem da cozinha]

Seu Madruga: Chaves, ontem eu levei um tabefe da Dona Florinda por causa de você e só não te dou outra…

[Seu Madruga percebe a bagunça que o Chaves fez]

[risadas de fundo]

Seu Madruga: O que houve aqui?

[Chiquinha muda de assunto]

Chiquinha: Sabe, papai. Você não levou nenhum tebefe da Dona Florinda ontem. Eu fiz uma brincadeira com o senhor

Seu Madruga: Sim, mas eu quero saber o que houve aqui?

Chiquinha: O dinheiro que você ganhou também foi uma brincadeira

[risadas de fundo]

Seu Madruga: Sim, mas eu quero… Brincadeira?!

Chiquinha: Sim

[risadas de fundo]

[Seu Madruga começa a ficar irritado]

Seu Madruga: Mas o que aconteceu aqui? Chaves?

Chaves: Pois, pois, pois… Pelo menos eu matei a mosca

Seu Madruga: Ah é? Então vamos ver o que eu vou fazer com vocês dois.

[Chaves e Chiquinha olham com medo um para o outro]

[risadas de fundo]

[No final, a Chiquinha e o Chaves começam a arrumar toda a casa do Seu Madruga]

[risadas de fundo]

FIM

» leia mais fanfics

1 comentário

    Trackbacks

    1. (Parte 1) O castigo vem a cavalo: Pintura surrealista, B grande e B pequeno, os Astecas « .: Vizinhança do Chaves :. O portal sobre Chespirito mais atualizado do Brasil – Chaves e Chapolin

    Deixe um comentário

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

    Foto do Google

    Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

    Conectando a %s

    %d blogueiros gostam disto: