.: Vizinhança do Chaves :. DEFINITIVAMENTE CHESPIRITO. Chaves e Chapolin

O portal sobre Chespirito mais atualizado do Brasil

Resposta ao texto “Chaves do inferno” de Ademir Luiz

Ao ler o texto intitulado “Chaves do inferno” (se o link original estiver sobrecarregado utilize esse), do doutor em história Ademir Luiz, o que mais dá vontade fazer é sair xingando-o. Porém, isso é coisa para fanáticos sem agrumentos. Melhor então retrucar, fazendo outro texto com minha opinião sobre o mesmo assunto.

Texto bem escrito e feito por uma pessoa que com certeza entende e provavelmente é fã das obras de Chespirito, “Chaves do inferno” conta com ideias abstratas para sustentar outras malucas. Já começo o texto contando que discordo totalmente da ideia que “Roberto Gómez Bolaños é o criador de uma das mais sutis, brilhantes e temíveis representações do inferno em qualquer das artes: o seriado Chaves“.

Concordo que “Chaves” pode gerar interpretações que passam despercebidas e que tenha tom moralizante. Aliás, todo humorístico tem no fundo algo de moralizante. Porém, as ideias moralizantes do Chaves são outras: muitas delas fáceis de serem percebidas: os personagens ensinam boas maneiras, mesmo com desentendimentos se amam e ajudam uns aos outros, assim como é a vida. Frases como “as pessoas boas devem amar seus inimigos”, “a vingança nunca é plena, mata a alma e a envenena” e “não há pior luta do que aquela que não se enfrenta”, todas proferidas por Ramón Valdés também orientam o público infantil – e porque não os demais – a agirem decentemente e com amor ao próximo.

Falar que chutes na perna, beliscões e gritarias é viver no inferno é tolice. Qualquer casa, com mais amor que exista nela, existem desentendimentos entre seus moradores. E isso não faz com que eles sejam más. E o “Chaves”, mostrando compartamentos do tipo nos revela que, apesar de engraçado quando visto pela televisão, é errado agir de tal maneira para conseguir seus objetivos.

Ademir parece ter uma imaginação fértil, capaz de criar teses que expliquem argumentos que podem ser explicados de maneira bem mais simples. Segundo ele, Chaves, que no original se chama El Chavo (o que não é um nome, e sim simplesmente “menino” – Chaves foi uma adaptação da dublagem) “é quem faz molecagens; quem subverte a ordem do que seria moral e socialmente aceito como correto. Em livre interpretação, o “moleque” é um pecador. Portanto, o seriado trata de pecados [capitais]”.

No meu ponto de vista isso não tem nada a ver: o Chaves é chamado assim simplesmente por ser um garoto pobre, sem família cuidando dele, largado no mundo. O que o reduz a uma pessoa que nem chamado por nome é. Por isso, seu vocativo se reduz à “menino”, alguém que aparentemente viva sem importância no mundo. E o “menino do oito” representa um tipo social. Por isso é chamado de “chavo”, generalizando o comportamento de meninos pobres.

Há na Literatura outros exemplos dessa categoria. Para Ademir, “essa vila do “8” nada mais é do que um pedaço do Inferno, especialmente preparado para receber seus hospedes, mortos e condenados no julgamento final.” A explicação vem adiante: “o cenário é um labirinto rizomático, sem centro, começo nem fim. Saindo da vila caem em uma rua estreita que leva a um pequeno parque, um restaurante e uma apertada sala de aula. […] O universo dos personagens se resume a esse espaço claustrofóbico, onde um ambiente leva a outro que leva a outro que leva a outro, indefinidamente.

Mas todos sabemos aqui que Chespirito fez muito com pouco, não foi necessário uma grande cidade cenográfica para rodar os episódios. Porque também Roberto faria um cenário com uma grande rua asfaltada ao lado de uma vila feita de madeira? E porque faria uma grande sala de aula? Pra lotar de figurantes? Como se não existissem escolas pequenas e com poucos alunos mudo afora. É de se esperar também que um ambiente leve a outro. Não teria razão fazerem um trecho da vila em Cancún e outro na Cidade do México.

Chiquinha chuta a canela de Quico e faz seu pai pensar que o menino foi o agressor, enervado Seu Madruga belisca Quico, que chama Dona Florinda, que acerta um tapa no vizinho gentalha, que descarrega a raiva no Moleque, que atinge o Seu Barriga quando ele chega para cobrar o aluguel. Enquanto isso, o professor Girafales, queimando de desejo, bebe café, com um buquê de rosas no colo, sem desconfiar a causa, motivo, razão ou circunstância de tanta repetição.” Tudo citado neste parágrafo é feito para se obter o sentido de humor. E viver em uma comundidade, desentendimentos infelizmente acontecem. Num cortiço (ou em qualquer lugar que vivam algumas pessoas) é assim mesmo. Leia “O Cortiço”, de Aluísio Azevedo e veja se é diferente.

Também não sei onde o Chaves cometeu o pecado da gula se o garoto sequer tem o que comer. “Glutão inveterado, sua preferência por sanduiche de presunto indica desprezo pelas leis de Deus, que proibiu o consumo de porco, esse animal sujo e de pé fendido. Inimigo de qualquer autoridade moral, apelidou seu professor de “Mestre Linguiça”, outra referência a malfadada iguaria suína.” Não sabia que Deus proibiu o consumo de porco. Algumas pessoas podem acreditar nessa lei e merecem respeito, mas eu amo Deus e nunca deixei de comer carne de porco. Sobre o apelido, queria que o apelido de um cara alto fosse o que? “Mestre Coração de Frango“?

O texto de Ademir também comenta sobre a preguiça de Seu Madruga. Mas não podemos esquecer que isso faz parte de sua natureza e o mesmo já se arriscou em trabalhar como leiteiro, sapateiro, carpinteiro, “agente especializado em compra e venda de artigos para o lar” e muitas outras coisas.

Porque Seu Barriga cobra o aluguel todos os dias? Simples, Edgar Vivar (o ator que o faz) faz parte do elenco fixo, não teria sentido aparecer apenas em um em cada quatro episódios (que eram gravados semanalmente). “O fato de possuir como veículo uma Brasília amarela liga-o imediatamente ao país Brasil, indicando que em vida deve ter se envolvido em escândalos de corrupção“. Legal, ainda fala mal de nosso país, como se aqui existisse só corrupção.

O pequeno marinheiro Quico, o menino mais rico da vila, é movido pela inveja. Sempre que vê um de seus pobres vizinhos se divertindo com um surrado brinquedo, cobiça aquela alegria simplória e vai buscar um dos seus, sempre maior e melhor, mas que nunca lhe dá satisfação. O binquedo do outro, mesmo sendo obviamente inferior, sempre lhe parece mais interessante. Um círculo vicioso de inveja, jamais saciada.” Mais uma cena feita para ser engraçada, e, voltando a falar sobre o tom moralizante. Essas cenas foram feitas para pensarmos coisas como “que menino fdp” e não imitá-lo, emprestando nossas coisas aos demais. E mesmo com Kiko fazendo isso, Chaves o defende quando necessário, chegando até a falar “Kiko é meu amigo e antes de bater nele terá que bater em mim”.

Sobre os relacionamentos não finalizados de Florinda e Girafales, não tenho certeza sobre isso mas penso que o próprio Chespirito, interessado e posteriormente casado com Florinda, quis evitar cenas como essas. O próprio Roberto tem a chance de beijar sua esposa em La Chicharra mas evita que isso seja filmado. A tese sobre o fumo do Professor Girafales também não faz sentido visto que praticamente todo o elenco fuma, inclusive o Chespirito (PS: ele não fuma nos papeis de Chaves e Chapolin mas fuma como Vicente Chambón, adulto).

Sobre a vaidade de Dona Clotilde, ela simplesmente quer conquistar um homem e usa o que tem. Ela nunca iria “pegar” o Seu Madruga sem chamar sua atenção, visto que o “velho lobo do mar” não está interessado nela. O jeito então é fazer ele adquirir interesse. Sobre o número da sua casa ser 71 (7 + 1 = 8, símbolo do infinito de pé), se fosse assim a da Dona Florinda seria 62 e etc… Seu animal se estimação ter o estranho nome de satanás mostra que foi usado inadequadamente, colocando inclusive medo nas crianças, que pensam que Clotilde está invocando o diabo, uma coisa horrível. Acerca do nome satanás ser usado hora num cão hora num gato, todos nós sabemos que Chespirito aproveitava ideias em várias circunstâncias.

Muito errado também comparar Glória, Patty e até mesmo o Héctor Bonilla como “demônios sexuais femininos, prontos para atiçar outros apetites“. Então a esposa – sei lá se é casado – do autor de “Chaves do inferno” teve que agir como um demônio para seduzi-lo??

“Figuras de pouca relevância como Dona Neves, Seu Furtado, os jogadores de ioiô, os alunos anônimos na escola, os clientes do restaurante, o pessoal do parque e do festival da boa vizinhança, além de outros coadjuvantes, são entidades demoníacas menores, com a função de criar a ilusão de normalidade.” Tá, então “A Praça é Nossa” também é uma representação do inferno porque tem figurantes lá atrás?

Acerca do Jaiminho, falar bem de Tangamandápio não é nada mais do que quem tem amor à sua pátria local faz. É normal de se esperar que seriados muito famosos, como o Chaves, tenham várias “leituras” e análises. Porém, é muita besteira comparar um seriado onde predomina o amor, amizade, o amor a DEUS e a felicidade com o inferno.

Além de tudo que já foi citado acima, Chaves também canta lindos versos como por exemplo “Queria ter sido um pastor / Daqueles que na noite bela / Chegaram para ver Jesus / seguindo a luz, de uma estrela // Queria ter sido um pastor / Esse era um sonho meu / Cantar quando aconteceu / Quando Ele nasceu, Menino-Deus // Eu sei que também houve reis / E anjos tão cheios de amor / No entanto essa noite eu apenas / Queria ter sido um pastor // Queria ter sido um pastor / Ter ido correndo ao casebre / Cantando com o coração / Alguma canção muito alegre // Queria ter sido um pastor / Veria um bebê sem igual / Não esqueceria jamais / A noite de paz, de Natal”, “Já Passou Ano Novo / Natal ficou pra trás  / E esta noite começa / Um Ano Mais […] Que todos tenham amor e paz.” e muitas outras canções que ensinam direções corretas, falam sobre Deus e Jesus Cristo e a amizade.

Destaque para “Ouça bem, escute bem / Pois Ele quer amigos / Ouça bem, escute bem / Pois Ele quer você // Ouça amigo, ouça bem o que lhe digo / A felicidade é ter Jesus /
Um companheiro que será sempre sincero / Não há quem seja como Jesus // Triste de verdade é perder uma amizade / Mas, sabe, na tristeza / Chame Jesus / Porque Ele não deixa / Sem resposta qualquer queixa / Não há quem seja como Jesus”

Como alguem que fala tudo que citei no texto acima e muitas outras coisas pode ser chamado de homem que reproduziu o inferno em um seriado?

Atualização: Lucas Rodrigues Oliveira também fez um artigo rebatendo argumentos e pontos fracos deste “ensaio humorístico” de Ademir Luiz. Lucas também comenta sobre teorias da conspiração em geral no mundo da ficção. Clique aqui para ler.

Por Victor

Veja também: Filosofia e Chaves: Tinha que ser o Diógenes mesmo!

Anúncios

24 Comentários

  1. Inri Cristo

    Eu sou o emissário do pôôooooiii

  2. Alexandre Vasconcelos

    gostei muito de sua resposta esse texto está incrível boa valeu cara e que Deus te abençoe!!!!!

  3. victor235

    Obrigado, Alexandre
    Que Deus te abençoe também

  4. Vitorhugo

    Caro Victor, você viajou heim?! Caraca, o texto do Ademir é uma sátira, uma brincadeira, uma piada em forma de ensaio/artigo científico, demostrando como meias verdades podem ser manipuladas para criar outras verdades… basta ver noticiários, veículos de comunicação que com o intuito de “informar”, acabam por “emburrecer” a sociedade com distorção dos fatos…agora é incrível sua paixão pelo Chaves… deve ser a mesma que compartilho com você, já que minhas frases quando criança faziam alusão aos gracejos e bordões dos personagens do programa! A incrível repetição de temas e fatos apresentados no programa, apenas se deve que é um programa infantil, e a criança se sente confortável com a repetição, aprende com ela, aguarda impaciente que aquilo ocorra novamente e gozar daquela mesma piada, do mesmo cascudo, do mesmo tombo… Ademir é um professor e historiador talentosíssimo, que consegue de maneiras pouco convencionais, fazer humor, nos fazer repensar, sempre com muita inteligência e astúcia (não a mesma do Chapolin Colorado), Victor, apenas ria da situação, e tem coisas que não precisam ser levadas tão a sério, assim como o Chaves, um personagem feito para simplesmente nos fazer rir!

    • Victor235

      Olá, xará. Sim, concordo que o cara seja um ótimo escritor. E entendi o próposito do texto dele. Tanto é que não saí falando “Vá a me*** Ademir”, como muitos fizeram.

      Apenas escrevi um texto rebatendo as ideias do texto dele, sejam elas satíricas ou não.

      Abraço e obrigado pelo comentário.

    • Isabela Souza Meira

      Eu num acho que era sátira o texto escrito pelo Ademir, principalmente por causa dos comentários logo abaixo. Ele possui a doença da conspiração. Se fosse brincadeira ele diria ” Isso é uma sátira “, mas não ele acredita muito nisso. O cara é um lunático e realmente não consigo acreditar que ele é doutor em história!
      Quanto ao texto do Victor235, excelente!

  5. away

    Artigo interessante, bem escrito e mostra chaves por um angulo diferente.
    Respeito os textos de Doutores… Um cara que passa a vida estudando tem bagagem cultural, propriedade e nível para escrever…O Cara nivelou Bolanos com Sartre! Fodástico…
    Escrever uma “resposta” a um texto desse nível é uma coisa muito sem propósito…

    • Carol

      esse Ademir está cometendo um pecado que é a inveja.Tem inveja do sucesso e da fama de RB e escreveu esse texto ridículo.

      • O Ademir de forma alguma quis ofender ou destratar a obra do Bolanõs. Pelo contrário, ele (querendo ou não) enalteceu sua genialidade, mostrando uma possibilidade incrível de o autor de Chaves ter sido muito mais perspicaz do que se pensava ao criar o mundo de Chaves. Criar uma história baseada na idéia que se tem de inferno não significa que Chaves seja algo diabólico. Vocês precisam ler mais – ou então não leiam nada.

  6. VINICHAVES

    QUE KARA FILHA DA PUTA NAO GOSTA DO CHAVES MAIS NAO FALA MAL UE ,VITOR 235 MUITO BOM ESSE TEXTO

  7. ana

    Chaves é um seriado inocente sem qualquer tipo de malicia,victor adorei sua resposta cara,deus te abençoe

  8. Mari

    Desculpe, mas você não tem capacidade de rebater ao artigo “Chaves do Inferno”.
    O cara tem argumentos muito mais fortes, e bagagem cultural. Mas entendo, você tem que comparecer, dar uma resposta ao público.
    Assistam Chaves com essa conotação do Ademir, e você perceberão que faz muito sentido o que ele escreve. Só não vê quem não quer.

    • Gerson fernandes

      Eu vi mari eu vi TUDOOOOOO.se voc nao gosta.do chaves nao enfergue na minha cara que nao gosta! Alias voce ja viu o bolanos fazenho feitiraia. Ele disse pr vc que iria fazer inferno na vilha traga um video desse inferno

  9. Mari

    Outra coisa, você diz” Não sabia que Deus proibiu o consumo de porco. Algumas pessoas podem acreditar nessa lei e merecem respeito, mas eu amo Deus e nunca deixei de comer carne de porco. Sobre o apelido, queria que o apelido de um cara alto fosse o que? “Mestre Coração de Frango“?” , de boa eu não sou religiosa apesar de ter sido criada na igreja, muito menos fanática, mas uma pergunta, voce ja leu a bíblia? Não né, pq se voce tivesse lido , não teria pronunciado tamanha prova de ignorância. Não sabia que Deus proibiu o consumo de porco. Também o porco, porque tem unhas fendidas… este vos será imundo; da sua carne não comereis…” (Lv 11.7-8).
    “Nem porco, porque tem unhas fendidas… imundo vos será; não comereis…” (Dt 14.8).

  10. TA ENTAUN EU SOU O BOM JOVI, E CAGUEI LA EM MATO GROSSO DO SUL

  11. Tata

    Concordo com a Mari!
    Muito do que é dito por Ademir tem conotação com a bíblia e quem não a leu não tem como entender o simbolismo envolvido. A numerologia citada por Ademir é bastante consistente com algumas citações bíblicas. Por isso pesquise mais, tenha um leque maior de informação pra debater um texto de um cara tão estudado como esse.
    Minha posição é totalmente neutra nesse assunto, embora ache que ele tem sim base pra escrever esse texto. Tem muita coisa a se pensar e meditar nas historias do Chaves.
    Não sou alheia ao fato de que Chaves é uma das melhores obras já criadas e que perdura até hoje por ser algo realmente bem elaborado, mas é necessário bom senso e muito conhecimento pra debater algo desse tipo.

  12. Cara, o texto do Ademir Luiz é uma piada. Todos os argumentos que ele utiliza são falaciosos. É só uma grande brincadeira.

  13. BRUNADEZORZI

    rio, o cara que fez a teoria eh muito loco!!

    1. Da onde o Godinez faz coisas para ”provocar o kiko”??
    2. Em varios momentos, Chaves acerta seu Barriga do nada.. e nao por causa do ciclo.
    3. Jaiminho medium???.. seria mais o da preguica.. pq tah sempre com fadiga… seu madruga trabalhou em varias coisas, mas ele nao consegue emprego. (boxeador, cabelereiro, sapateiro, pintor, etc)
    4. So naquela cena chiquinha passa com o triciclo em cima das coisas do Nhonho… nao lembro d outras!!!
    5. Se fosse chaves do 6… seria (pq eh o numero da besta), se fosse chaves do 7 seria pq sao 7 pecados capitais… Isso eh ridiculo.
    6. ATENCAO… CHAVES MORA COM SEUS TIOS.. E NAO UMA IDOSA.
    7. A vila eh um labirinto confuso??? Hahahaha eh como se fosse um condominio de pobre.. nao vejo nada confuso… pode ter tido mudancas, mas isso por causa de cenario!!!
    8. Uma rua que leva a um parque, um restaurante e uma sala de aula… O QUE HA DE ERRADO NISSO??? HAHAHAHHA
    9. Seu Barriga todo dia na vila??? Da onde, ele sempre vai dia primeiro!!!!!
    10. Seu Barriga ganancioso? Ele leva Chaves ao cinema, a Acapulco, da dinheiro pra ele as vezes… Da presente de Natal…. (chega a ser bizzaro)
    11. Brasilia… Corrupcao????? Quando Roberto inventou a serie… ele nem sabia que ia fazer sucesso, qto mais virar internacional!!!
    12. Kiko ateh pode ser invejoso, mas o principal defeito dele… Eh querer ser supeior aos outros… Mas no fundo ele tem um bom coracao…. Convidou o Chaves para seu aniversario, mesmo sabendo que ele nao iria levar presente, ama a sua mae incondicionalmente, chorou quando disseram que o seu Madruga ia embora da vila.
    13. Progessor Jirafales fuma.. por causa do sexo? E pq seu Madruga fuma entao????
    14. Primeiro falam que o Diabo nao quer aparecer, por isso que o Chaves nao diz seu nome.. depois falam que a dona clotilde.. fala o nome de satanas… Contraditorio neh????
    15. As outras pessoas sao entidades demoniacas menores????? Meu Deussssssssssssssssssss…..

  14. BRUNADEZORZI

    E parem de babar o ovo do cara, so pq ele tem doutorado. Conheco uma amiga que tem pos doutorado e as vezes fala cada besteira!!!!]
    Alias conheco gente, que tem ateh a quarta serie e conhece muito mais da vida.. do que “grandes estudiosos”

  15. Pedro H. Pereira

    É impressionante a falta de interpretação da maioria das pessoas quando leem algo fora dos padrões de leituras ordinárias, como jornais ou revistas. O prof. Ademir abordou um tema que amamos, porquanto seja o melhor trabalho de Chespirito, na minha opinião, e conseguiu fazer uma análise extremamente organizada, plural e sarcástica. A bagagem literária, cultural, histórica, chavesmaníaca necessária para formular um artigo tão bem pensado e divertido como o Chaves do Inferno é inerente a pouquíssimas mentes pensantes dessa esfera cibernética. Enquanto isso, há pessoas gastando importante parte de seu tempo “rebatendo argumentos” de abstrações que nem compreendeu, simplesmente por relacionar o amado seriado à outra invenção humana; esta, cruel, sádica, opressora e fanática, já que incute o medo de uma condenação eterna quando do não cumprimento de leis igualmente elencadas por homens, a fim de controlar seus pares.Sinceramente, esperava muito mais dos fãs de Chaves, a saber que o humor apresentado nos programas do Bolaños é tão carregado de ironias e pensamento crítico. Vocês chegaram tarde ou sequer foram à distribuição de cérebros?

  16. nicolly

    Cara bem que dis pior sego e aquele que nao quer ver . Chaves e um pedoço do infeno sim como a caverno do dragao .a maior artimanha do diabo e provar que ele .nao exite

Trackbacks

  1. Passe o tempo lendo as curiosidades do Vizinhança do Chaves « .: Vizinhança do Chaves :.
  2. Colunista da revista Alfa critica público de “Chaves” « .: Vizinhança do Chaves :. O portal sobre Chespirito mais atualizado do Brasil – Chaves e Chapolin
  3. Vizinhança do Chaves – Balanço 2012 « .: Vizinhança do Chaves :. O portal sobre Chespirito mais atualizado do Brasil – Chaves e Chapolin

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: